Covid-19: Guimarães com incidência de 1.363 casos por 100 mil habitantes

A Direção Geral da Saúde (DGS) atualizou esta segunda-feira, 25 de janeiro, a situação de cada município relativamente à pandemia da covid-19.

De acordo com os dados referentes ao período entre 05 e 18 de janeiro, que estão incluídos no boletim da DGS ontem divulgado, a incidência cumulativa de infeções em Guimarães aumentou no concelho para 1.363 casos por 100 mil habitantes nesses 14 dias. Tal corresponde a um aumento da incidência em 500 casos, já que, entre 23 de dezembro e 05 de janeiro, no último boletim, Guimarães registava 863 casos por 100 mil habitantes.

Nos concelhos que envolvem Guimarães a situação é semelhante, estando praticamente todos no nível de risco extremamente elevado, com exceção de Vizela que apresenta uma taxa de incidência cumulativa de 900 casos, e está num patamar abaixo, como concelho de risco muito elevado.

Com maior incidência estão os concelhos da Póvoa de Lanhoso, com 1.730, seguindo-se Vila Nova de Famalicão, com 1.406. Já com menor incidência de casos estão os concelhos de Braga, com 1.194, Felgueiras, com 1.129, e Fafe com 1.113 casos por 100 mil habitantes.

Segundo os dados ontem divulgados, Portugal é o país do mundo com maior número de novos casos e novas mortes por milhão de habitantes na média dos últimos sete dias. Esta segunda-feira, o país reportou mais 252 mortes por covid-19 nas 24 horas anteriores e 6.923 novos casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2. Há 6420 pessoas hospitalizadas. O número de vítimas mortais subiu para 10.721 e o total de infetados ascende a 643.113 desde o início da pandemia.

A Incidência Cumulativa a 14 dias de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19 corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada, por concelho, a 31 de dezembro de 2019, pelo Instituto Nacional de Estatística. É expressa em número de casos por 100.000 habitantes.

Portugal registou hoje, 26 de janeiro, 10.765 novos casos de infeção por Covid-19, elevando para 653.878 o número de infetados desde o início da pandemia.

Já o número de mortes subiu para 11.012, após 291 óbitos terem sido contabilizados nas últimas 24 horas, um novo máximo, segundo a última atualização da Direção-Geral da Saúde (DGS).

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?