CRISTINA AZEVEDO OUVE ALEGAÇÕES FINAIS

O caso opõe a ex-presidente do Conselho de Administração da Fundação Cidade de Guimarães, a Direção Geral do Tesouro e o Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliações Culturais.

Estão marcadas para esta sexta-feira, dia 16, as alegações do processo judicial que envolve Cristina Azevedo, ex-presidente do Conselho de Administração da Fundação Cidade de Guimarães, a Direção Geral do Tesouro e o Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliações Culturais.

Cristina Azevedo reclama uma indemnização de 400 mil euros, por cessão do contrato em 2011.

As alegações finais do processo vão ser proferidas no Tribunal de Guimarães.

As alegações finais já tinham estado marcadas para dia 16 de novembro, mas foram adiadas devido à falta de informação solicitada à Euronext para perceber os parâmetros do acordo de rescisão, nomeadamente, o vencimento, meses de trabalho e data do termo de contrato de Cristina Azevedo.

A Euronext referiu que não dispunha de documentos que possibilitassem uma resposta detalhada sobre as informações solicitadas. Uma contestação que a magistrada considerou “inaceitável”, pois considerou a Euronext “uma empresa com organização, que não deveria ter dificuldades ao acesso dos documentos”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?