DESNIVELAMENTO DO NÓ DE SILVARES NOVAMENTE EM DISCUSSÃO NA REUNIÃO DE CÂMARA

Na última Reunião de Câmara antes das eleições do dia 6 de outubro, os assuntos levantados durante a campanha relativos ao concelho acabaram por ser discutidos no plenário. Na primeira intervenção, no período de antes da ordem, a questão do Ave Park e desnivelamento da rotunda de Silvares foram novamente discutidos.

O temas foi colocado em cima da mesa pelo vereador eleito pela coligação Juntos por Guimarães, André Coelho Lima. O cabeça de lista do PSD por Braga afirmou, esta quinta-feira, na reunião de câmara que “dois anos e meio depois da assinatura de protocolos” a obra ainda não começou e que “em contexto eleitoral”, foi colocado um outdoor onde se diz que o projeto está em execução. “Ninguém acha que é um processo em execução”, acrescentou o vereador. “Este assunto arrasta-se há mais de dez anos”, atira.

Já o presidente da Câmara, Domingos Bragança lembra que o desnivelamento não era uma prioridade para o anterior governo: “Em 2017, referi que o desnivelamento ficou ligado ao contrato com o governo e as Infraestruturas de Portugal para a ligação da autoestrada ao Parque de Ciência e Tecnologia, construindo-se uma variante de apoio à zona norte do concelho e que esse protocolo que envolve cerca de 17 milhões de euros. Este desnivelamento do nó de Silvares foi assumido por este governo, o anterior entendeu que este desnivelamento não era uma necessidade”

O autarca referiu ainda que já foi apurado o concorrente que ganhou a obra – a Cândido José Rodrigues SA-, mas que a empresa concorrente – a ABB – interpôs uma providencia cautelar. A obra só começara quando este conflito entre concorrentes estiver resolvido.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?