Duas centenas de estudantes europeus juntam-se uma semana no Minho e passam por Guimarães

As atividades decorrerão em Braga, Guimarães e Vila Verde.

Uminho-2

O distrito de Braga recebe, durante a próxima semana, duas centenas de estudantes de toda a Europa para os Mobility Days e a Assembleia-Geral da Erasmus Student Network (ESN). As atividades decorrerão em Braga, Guimarães e Vila Verde.

© Direitos Reservados

A iniciativa é promovida pela ESN Minho, com apoio da Universidade do Minho e da sua Associação Académica, do Município de Braga, da ESN Portugal, da Agência Nacional Erasmus+, do Conselho Nacional da Juventude, da Federação de Associações Juvenis do Distrito de Braga, do Instituto Português do Desporto e da Juventude e do Parlamento Europeu – Gabinete de Portugal.

O programa começa na segunda-feira, às 10h00, com alunos de vários países a partilharem experiências na Escola Básica de Vila Verde.

Às 14h00, no auditório nobre da UMinho, em Guimarães, as oportunidades de mobilidade vão ser abordadas pela diretora dos Serviços de Internacionalização da UMinho, Ana Esteves.

Às 16h30, no auditório 0.22 do campus de Gualtar, em Braga, conhece-se os programas da Agência Nacional Erasmus+ Educação e Formação, pelo project officer Gustavo Alva-Rosa, seguindo-se às 18h30 uma tertúlia com associações locais sobre oportunidades de intercâmbio.

No dia 25 de abril, prevê-se dois encontros online com alunos de dez países.

FLAG PARADE NO BOM JESUS

A partir de quarta-feira, dia 26, o programa centra-se em Braga. De manhã há uma conferência na Escola de Economia e Gestão da UMinho. O evento tem início às 9h00 e inclui debates sobre o futuro da mobilidade, a inclusão e diversidade, a transformação digital e a aliança universitária europeia Arqus. Para as 15h00 está agendada uma flag parade nas escadarias do Bom Jesus, com os estudantes a empenharem as bandeiras dos países da rede ESN.

A sessão de abertura da assembleia-geral da ESN é na sexta-feira, dia 28, às 9h00, no Centro de Juventude de Braga (CJB). Prevê-se as intervenções de Juan Rayón Gonzalez, diretor da ESN Internacional, de Carla Ruivo, diretora para o ensino superior da Agência Nacional Erasmus+, de Ricardo Rio, presidente do Município de Braga, de Filomena Soares, vice-reitora para a Educação e Mobilidade Académica da UMinho, de Pedro Soares, diretor do CJB, e de Luís Dias, representante do ESN Minho.

Os trabalhos duram três dias e envolvem vários plenários, a revisão/votação de relatórios, a definição do calendário de atividades e eventos, como o Erasmus Generation Meeting, a par de momentos lúdicos.

Vai ainda discutir-se a possibilidade de a rede ESN passar a pan-europeia, juntando Jordânia, Cazaquistão ou Egipto, entre outros. Estão também marcadas as eleições dos órgãos sociais da ESN. Os resultados vão ser anunciados no domingo, às 16h30.

A responsável da ESN Portugal, Rita Dias, é uma das candidatas à presidência do ESN Internacional, cargo que já foi ocupado em 2018-19 pelo português João Mourato Pinto, alumnus e professor de Ciência Política da UMinho.

A ESN Internacional nasceu em 1989, em Bruxelas (Bélgica), para apoiar os estudantes do Programa Erasmus, contando hoje com cerca de 15.000 membros voluntários de 42 países.

A ESN Portugal tem mais de 500 membros em 14 secções espalhadas por várias universidades do país. A ESN Minho nasceu há 11 anos para auxiliar os alunos Erasmus na região, quer da UMinho como do Politécnico do Cávado e Ave e do Instituto de Estudos Superiores de Fafe, entre outros. Esta é a primeira vez que traz a assembleia-geral da ESN para o Minho.

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES