EMPRESAS DO SETOR TÊXTIL EM GUIMARÃES APOSTAM NA SUSTENTABILIDADE

A presença de várias empresas vimaranenses na Heimtextil permitiu revelar um forte investimento das mesmas na sustentabilidade. Essa aposta incide não só no desenvolvimento de produtos inovadores, mas também na melhoria dos processos de produção.

 

 

Há cada vez mais empresas em Guimarães a reforçarem a sua aposta na sustentabilidade e a Heimtextil foi a montra para algumas delas apresentarem as suas novidades, quer em produtos, quer em processos de produção.

A Moretextile, o Grupo Lasa, a Lameirinho e a JF Almeida são alguns desses exemplos, que marcaram presença na Alemanha e têm vindo a revelar novos conceitos mais “amigos do ambiente”.
“A sustentabilidade faz parte dos valores da Moretextile. Nos últimos tempos temos desenvolvido várias ações no âmbito da sustentabilidade, como o desenvolvimento de produtos inovadores e sustentáveis, a inovação ao nível do processo produtivo para o tornar sustentável e a inovação ao nível do desenvolvimento de soluções de embalagem sustentáveis”, começou por explicar fonte do grupo Moretextile.

No que diz respeito aos produtos, a novidade está, de acordo com o que explicam, na utilização de fibras reutilizadas, diminuindo assim o uso de recursos naturais. “No caso do Eco-Heather, são produtos cuja composição inclui fibras reutilizadas, provenientes de processos de fiação, e que fazem com que estes produtos contribuam para poupança de recursos naturais, nomeadamente água. Depois temos os produtos UPCYCLED, que são produtos feitos igualmente a partir de fibras reutilizadas, sendo que a sua palete de cores é ilimitada”, revelou o grupo Moretextile.

No entanto, também os processos produtivos e as soluções de embalagem estão a mudar. “O EcoDye é um processo de tingimento sustentável que permite poupar até 86% de água e, consequentemente, contribuir para a redução da poluição causada pelo uso de produtos químicos. Adicionalmente, contribui para a poupança de energia”, afirmaram.

Em termos de embalagem a aposta passa pela substituição do plástico pelo tecido, com a vantagem de que “as embalagens de tecido podem ser aproveitadas para outros fins”.

Também o grupo Lasa apresentou na Heimtextil soluções sustentáveis, dando sinais de uma tendência clara seguida por várias empresas. “Este ano apresentamos uma coleção voltada para produtos Eco-Friendly, em que se destacaram os produtos reciclados, orgânicos Gots e biodegradáveis (Kotton)”, referiu fonte da Lasa.

Com cada vez mais afirmação no panorama intercional e com a necessidade de manter um vínculo com o consumidor e com a forma de estar da sociedade, a Moretextile admite que o caminho passa pela atenção às questões ambientais e garante que a exceção passará a ser quem fizer diferente.

“A sustentabilidade, na nossa opinião, é cada vez mais uma premissa inquestionável no desenvolvimento de produtos e estilos de vida, e transversal a todos os setores de atividade. A exceção será a não consideração da mesma!” concluem.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?