FEIRA AFONSINA: “A NOSSA POSTURA SERÁ SEMPRE DE APRENDIZAGEM”

Na reunião camarária que está a decorrer esta quinta-feira, dia 04 de Julho, no período antes da ordem do dia discutiu-se a deslocalização da Feira Afonsina.

O assunto foi introduzido por Ricardo Araújo, vereador do PSD, partido que já tomou uma posição pública há alguns dias, pedindo para que a Feira regresse ao centro histórico. “Quando trouxeram a proposta, nós emitimos logo uma posição desfavorável. Mais do que hoje ver quem tinha ou não razão, é perceber se a opção foi positiva ou se vale a pena inverter essa decisão. Há aspetos da edição deste ano que valem a pena ser valorizados. Mas a deslocalização não foi a melhor opção. Propunhamos que para o próximo ano a Feira regresse ao centro histórico. Perante as redes sociais, houve um descontentamento generalizado”, apontou o social democrata.

Por sua vez, Adelina Paula Pinto, que também já falou publicamente sobre a edição de 2019 da feira, referiu que nas suas visitas, não ouviu críticas à nova localização, Monte Latito, mas sim apontamentos a alguns pormenores que podem, na sua opinião, ser melhorados. “A nossa postura será sempre de aprendizagem”, disse a vereadora da Cultura, acrescentando que será feita uma avaliação à temporada deste ano e posteriormente será tomada uma decisão.

Já Domingos Bragança, alertou que “ainda falta fazer a avaliação”. “Temos que ter a Feira Afonsina nos dois locais. Pode ser centrado no Castelo e no Paço dos Duques, mas temos que fazer com que haja uma ligação normal com o centro histórico, para que as pessoas sintam que estão num espaço global da Feira Afonsina”, referiu.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?