Feira da Terra assinalada com iniciativas adaptadas

A Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais (ADCL), enquanto entidade organizadora da Feira da Terra, entendeu não realizar a XXVI edição em 2021, “por não estarem reunidas as condições necessárias à organização nos moldes habituais e com a qualidade que lhe é reconhecida”.

Foto: Rui Dias

Em linha com o sucedido em 2020, a ADCL, com o apoio do Município de Guimarães – Programa Impacta, irá assinalar a data e o certame com um conjunto de iniciativas que divulgam e valorizam os produtos locais e a região.

A mensagem foca-se na “essencialidade da cultura tradicional local, presente na Feira da Terra, nas suas múltiplas dimensões: agricultura, artesanato, gastronomia e animação, valorizando-a e promovendo-a”.

Assim, a Sessão Comemorativa da Feira da Terra acontece a 9 de julho, pelas 21h30, no Terreiro da Irmandade de S. Torcato. Haverá uma exposição de imagens evocativas da Feira da Terra, em espaços de utilização pública, ao ar livre, no Terreiro da Irmandade de S. Torcato, de 8 a 18 de julho, e na Cidade de Guimarães, de 19 a 31 de julho.

Vídeos de mostras de artes e artífices e expositores serão apresentados e divulgados, partindo da visão da terra por Miguel Torga, valorizando as “coisas” que o “Homem”, em sentido genérico, cria. O foco são os produtos e a celebração da terra a partir dos quais se promovem os ofícios/artes, a cultura local e toda a comunidade.

Durante o evento será apresentada a Revista da Feira da Terra e seus Expositores, impressa e em Ebook, com informação sobre os expositores da Feira da Terra dos seus produtos, serviços e contactos, mas também, com o percurso da Feira da Terra.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?