Festas Nicolinas aguardam autorização

Esta terça-feira, 23 de novembro, vai realizar-se uma reunião com a subcomissão de proteção civil. Contudo, domingos Bragança alertou que, desta reunião, “pode ainda não sair nenhuma decisão. A entidade de saúde pública pode querer aguardar para ver até ao limite”.

© Joana Meneses

Apesar do “desejo” e da “saudades de fazer as Festas Nicolinas como eram”, Domingos Bragança pediu “prudência”. O presidente da Câmara de Guimarães destacou o “uso da máscara, distanciamento físico e as cautelas todas da saúde básica” como as medidas que terão de ser implementadas para que “as Nicolinas possam decorrer com algumas limitações”.

Apesar de acreditar que a Comissão e as associações estão “a fazer tudo para que vá acontecer”, lembra que “vão ter de esperar pela decisão”.

Casos em Guimarães acompanham subida nacional

Depois da realização da Receção ao Caloiro e das primeiras Moinas, Domingos Bragança comentou a subida no número de casos em Guimarães. “A informação que tenho é que não é que não há relação causa efeito”, disse. “Há um aumento, mas é um aumento geral do país. Nós estamos, felizmente, muito em baixo, mas realmente está a aumentar”.

Domingos Bragança aproveitou para apelar para que os vimaranenses usem a máscara, mesmo em espaços abertos, fazendo referência não só à covid-19, mas também aos “surtos gripais”.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?