GOLEADA ENCAMINHA CONQUISTADORES PARA A EUROPA (4-0)

O Vitória bateu o Chaves por 4-0 e voltou a encostar-se, ainda que à condição, ao Moreirense no quinto lugar. Wakaso, Tozé, Rochinha e Guedes apontaram os golos.

Se de um lado a luta é pela Europa, do outro era pela sobrevivência. No entanto, o Vitória entrou forte e deixou poucas hipóteses de reação aos flavienses. Logo aos 4 minutos Wakaso abriu o marcador e colocou os Conquistadores na frente. O cruzamento foi de Rafa Soares, Guedes ganhou na área e o médio ganês abriu o marcador.

Logo aos 11 minutos a formação de Luís Castro conseguiu ampliar a vantagem, por intermédio de Tozé. Paulinho fez falta sobre Davidson dentro da área e João Capela foi pronto a assinalar grande penalidade. Na conversão, o Tozé não desperdiçou e fez o 2-0.

E foi mesmo Tozé que apontou um golo de levantar o estádio, à passagem da meia hora, mas que acabou anulado. O lance foi invalidado após intervenção do VAR, por fora de jogo no início da jogada. Na resposta, André Luís esteve perto de reduzir, mas viu Miguel Silva, primeiro, e Pedro Henrique, na recarga, afastarem o perigo.

Se o golo dos flavienses esteve à vista e poderia relançar o encontro, Rochinha fez o 3-0 para dar a tranquilidade necessária. Na estreia a marcar pelo Vitória, Rochinha rematou forte de fora da área, descaído para a direita do ataque, e assinou o terceiro do encontro aos 36 minutos.

A segunda parte iniciou com o Vitória no ataque e Rochinha, logo nos primeiros segundos, falhou por pouco o quarto da partida. Apesar de estar obrigado a reagir para tentar inverter o resultado, o Chaves não conseguiu impor-se no D. Afonso Henriques. Ao minuto 68, valeu corte de Wakaso após pontapé de canto e, no seguimento da jogada, Gallo rematou por cima.

Ainda assim, foi mesmo o Vitória a voltar a fazer golo, por Guedes, ao minuto 80. Depois da jogada construída na esquerda, Mattheus fez o cruzamento para Guedes, que selou a goleada. Os Conquistadores ainda jogaram os últimos minutos apenas com dez unidades, por lesão de Wakaso. Luís Castro já tinha feito todas as substituições, mas a apenas cinco minutos dos 90 e com o resultado nos 4-0, o médio ganês acabou por abandonar o terreno de jogo.

O Vitória volta assim a pressionar o Moreirense, igualando os mesmos 45 pontos do vizinho, que joga esta noite frente ao Sporting de Braga.

 

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?