Governo cria plataforma para estrangeiros terem vacina contra a covid-19

Quem não está inscrito no Serviço Nacional de Saúde, incluindo estrangeiros em situação irregular, pode-se colocar na lista para a vacina.

Segundo o Ministério da Presidência, que tem a tutela das migrações, o Plano Nacional de Vacinação contra a covid-19 tem um carácter universal, ou seja, dirige-se a qualquer pessoa independentemente do seu estatuto legal.

Desta forma, o Governo criou, uma nova plataforma destinada aos cidadãos sem número de utente. Os imigrantes e refugiados nessa situação poderão submeter a sua inscrição para serem vacinados. E serão posteriormente contactados pelas Unidades Locais de Saúde.

O Governo diz que o Alto Comissariado para as Migrações (ACM) tem divulgado com regularidade informações sobre o acesso a cuidados de saúde, bem como as medidas de prevenção contra a covid-19. 

Quem não tem comprovativo de residência nem outro documento que prove que o seu pedido está a ser processado no SEF tem o mesmo acesso a cuidados de saúde, assegura ainda o Ministério da Presidência.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?