Governo pede aos hospitais que ponderem a suspensão de atividades não urgentes

O governo autoriza os hospitais a suspender atividade não urgente durante mês de novembro, se plano de contingência o prever.

O governo decidiu autorizar a suspensão, durante o mês de novembro, da atividade assistencial não urgente nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde, se o plano de contingência do respetivo hospital assim o prever.




A informação consta no despacho do Ministério da Saúde, divulgado esta quarta-feira.

No despacho, pode ler-se que os hospitais do SNS têm de assegurar “a resposta às necessidades epidemiológicas locais” e equilibrar o “esforço assistencial regional e inter-regional” fazendo cumprir os planos de contingência institucionais previamente aprovados para cada hospital.

Entre março e abril, durante a primeira vaga da pandemia, as atividades assistenciais não urgentes foram suspensas para dar resposta ao crescimento de infeções na altura verificado.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?