Grã Ordem Afonsina prestou homenagem a D. Afonso Henriques em Coimbra

Este domingo, 4 de dezembro, a Grã Ordem Afonsina prestou homenagem a D. Afonso Henriques no Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra. Os seus membros participaram numa missa solene e procederam à colocação de um coroa de flores no Panteão Nacional onde repousa, na passagem do 837º aniversário do seu falecimento.

© Direitos Reservados

Esta deslocação a Coimbra foi também aproveitada para apresentar na Sala do Capítulo daquele Mosteiro uma carta de intenções que dizem ter sido “bem aceite” pelo Padre Pedro Alexandre Pinto dos Santos e por José Ribeiro e Castro, como representantes da Diocese de Coimbra e da Sociedade Histórica da Independência de Portugal. O documento aponta uma “cooperação ativa no sentido de sensibilizar as autoridades políticas e académicas nacionais a assumirem a responsabilidade de celebrar os 900 anos da Fundação de Portugal a partir do ano de 2028”.

Pela voz de Abel Cardoso, vice-presidente da Grã Ordem Afonsina, foi lançada a “Via Regis Alphonsi”, o Caminho do Rei Afonso. Trata-se de “um projeto que a associação pretende implementar e colocar à disposição de todos, uma forma simples da perceção de Portugal, ou seja, um contacto direto com aquele primeiro território que alavancou a construção deste nosso país”, explica a Grã Ordem Afonsina.

Também esta terça-feira, 06 de dezembro, será realizada uma homenagem ao Rei Fundador.

©2023 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?