GUIMARÃES ASSINALOU O DIA INTERNACIONAL PARA A ELIMINAÇÃO DA VIOLAÇÃO CONTRA AS MULHERES

Iniciativa contou com a colaboração de vários parceiros e estendeu-se ainda aos concelhos de Fafe e Póvoa de Lanhoso.

A Câmara Municipal de Guimarães, numa pareceria com os municípios de Fafe e Póvoa de Lanhoso e a Sol do Ave, através do Projeto ‘Sou+Eu’, comemoraram, este domingo, dia 25 de novembro, o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres. Para o efeito, decorreu iniciativa de sensibilização que contou com o apoio, no concelho de Guimarães, do Clube de Automóveis Antigos de Guimarães, dos Conquistadores – Clube Motard de Guimarães, dos Motards do Berço, do Clube Motard de Ponte, dos Infinitos, da Brigada Noturna e do Clube de Vespas de Guimarães.

Depois da sessão de abertura da atividade, decorrida em Gonça, os grupos participantes saíram em direção aos respetivos concelhos. Em Guimarães, o percurso realizado abrangeu uma significativa área do município e, a passagem em marcha lenta em diversos locais, permitindo o contacto e sensibilização da população para esta causa.

O encerramento da atividade aconteceu no Campo de S. Mamede com a realização de uma atividade simbólica, onde, num compromisso individual, mas fortalecido pelo envolvimento de todos, se “encheu” de mãos uma faixa com o slogan da iniciativa “Unidos contra a violência sofrida pelas Mulheres”.

Em 1999, a Assembleia Geral das Nações Unidas designou o dia 25 de novembro como o Dia Internacional para a Eliminação de Todas as Formas de Violência contra as Mulheres (Resolução 54/134) e convidou os governos, organizações internacionais e ONG a organizarem atividades nesse dia, como forma de chamar a atenção da sociedade em geral para este flagelo.

Importa relembrar que, dados referentes a 2018, revelam que 24 mulheres foram assassinadas até ao dia 20 de Novembro, o que significa mais seis que no período homólogo de 2017. É, por isso, necessário continuar o trabalho de sensibilização e mobilização da comunidade, para que todas reconheçam que detêm um papel fulcral no alcance de uma mudança duradoura, nomeadamente pela adoção de um comportamento de denúncia e tolerância zero para com a violência doméstica, ataques sexuais, assédio e discriminações de todos os tipos.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?