Guimarães Cidade Natal: Teatro Coelima reforça parceria com o município

Entre 01 e 24 de dezembro, está de regresso o Guimarães Cidade Natal. Este ano, o município aposta na animação itinerante de rua, assim como na habitual Casa do Pai Natal, no Largo do Toural. Paradas natalícias, concertos de Natal, performances musicais e teatrais também integram o programa que será dinamizado pela Associação Sol no Miral (Teatro Coelima).

© Joana Meneses / Mais Guimarães

Na passada reunião do executivo municipal foi aprovada a atribuição de um subsídio de 72 mil euros à associação “que há anos promove com assinalável sucesso a iniciativa Pevidém Vila Encantada” e que “vem manifestando interesse em participar na Guimarães Cidade Natal, propondo-se afetar os recursos humanos e materiais de que dispõe à conceção, construção e animação da Casa do Pai Natal e das restantes iniciativas de animação, necessitando, porém, de apoio financeiro do município para a aquisição de materiais e contratação de recursos específicos para o efeito”.

Aos jornalistas, Paulo Lopes Silva explicou que a proposta de colaboração foi apresentada pela própria associação, que integra as iniciativas pelo segundo ano consecutivo.

“Trata-se de um programa alargado de animação de rua, que permitirá que a vitalidade da cidade se faça sentir principalmente nas zonas comerciais e do centro histórico”, elencou o vereador da Cultura e Turismo.

© Joana Meneses / Mais Guimarães

“É uma entidade local que, do ponto de vista da animação, se faz acompanhar de outras entidades que convida a consigo participarem na animação, ajudando a que a própria atividade da associação possa ter um perfil tendencialmente profissionalizante”, acrescentou o vereador da Cultura.

Este ano, o Mercado de Natal será coberto, de forma a que, mesmo com condições meteorológicas adversas, possa ser visitado.

Estão ainda previstas alterações ao trânsito na zona da Alameda, Toural e rua de Santo António, devido às atividades programadas para o espaço público, para que este possa ser vivido “com toda a intensidade”, finalizou.

Recorde que a iniciativa Guimarães Cidade Natal funcionou, em anos anteriores, em parceria com a Associação Sol no Miral e com a Associação de Comércio Tradicional de Guimarães (ACTG). Este ano, a “componente da ACTG foi assumida pela Coelima”, tendo a ACTG mostrado “interesse em saber o que estava a ser desenvolvido mas não em participar”, explicou Paulo Lopes Silva.

©2023 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?