Guimarães promove debates sobre modelo de desenvolvimento da Cidade do futuro

Ciclo de Conferências reúne artistas, a universidade e associações culturais em torno de possíveis formas de colaboração entre as diferentes áreas e instituições.

“A Arte, o Ensino e a Cidade” é o tema de um ciclo de conferências, com sessões de trabalho, a decorrer nos dias 28 e 29 de novembro, no âmbito do projeto do Bairro C, que visa a reinterpretação discursiva da estratégia de desenvolvimento territorial do espaço da Cidade compreendido entre a Zona de Couros, Caldeiroa, Cruz de Pedra, Mercado Municipal e Plataforma das Artes e Criatividade.

Na apresentação deste programa, a vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães destacou a estratégia de “construir o futuro a partir do passado e com ideias do presente. Este projeto alicerça-se num território e num projeto cultural! E será a partir daqui que poderemos construir um novo modelo de cidade e de território! Um território que não deixa ninguém de fora, que projeta o seu futuro, um futuro que continua a alicerçar-se na Cultura! Uma Cultura que se cruza com a educação e com a inclusão”, pode ler-se numa nota enviada às redações.

Adelina Pinto realçou os novos equipamentos culturais, com referência para a reabilitação do edifício do Teatro Jordão e Garagem Avenida “no cruzamento com três áreas”. “Temos a questão da educação na ligação à Universidade do Minho com a Escola de Teatro e a Escola de Artes Visuais, assim como com a Escola de Música em articulação com o Conservatório de Música de Guimarães. É este cruzamento idealizado para formar novos artistas e, aqui, vamos acompanhar a forma como acrescentam um novo olhar sobre a cidade, com a criação e o seu cruzamento com o associativismo”, salientou.

Estão definidos grupos de trabalho para debater temas como “Teatro e a Cidade”, “Música e a Cidade”, Artes Plásticas e a Cidade” e “Cinema e a Cidade”. 

A conferência sob o tema “O Teatro Jordão e o Bairro C no Centro do Futuro da Cidade”, a realizar domingo, 29 de novembro, no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor, pelas 17 horas, contará com as presenças de Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Rui Vieira de Castro, Reitor da Universidade do Minho e Vítor Matos, Presidente da Sociedade Musical de Guimarães.

O programa estende-se durante dois dias, em cumprimento com a resolução do Conselho de Ministros e as orientações da DGS em vigor. A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição através do e-mail bilheteira@aoficina.pt. Caso as medidas de emergência se mantenham após o dia 22 de novembro, alguns destes eventos realizar-se-ão online.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?