Guimarães reforça resposta de serviços clínicos através de protocolo com Centro de Medicina

A Câmara Municipal de Guimarães reforça a resposta na área da saúde e no âmbito das ações de complementaridade para o combate à pandemia da COVID-19, através de um protocolo com o Centro de Medicina P5, da Escola de Medicina da Universidade do Minho.

© Direitos Reservados

O Centro de Medicina “tem como objetivo a prestação de cuidados de
saúde, através de recursos digitais que permitem o acompanhamento do doente”, pode ler-se em nota enviada às redações.

Este protocolo “visa criar meios alternativos aos presenciais e às linhas telefónicas atualmente existentes para facilitar a realização de diagnósticos e o acompanhamento de doentes, com vista a reduzir o enorme impacto que as restrições levantadas em razão daquela pandemia estão a provocar em doentes não COVID, que se vêm impedidos de aceder com a regularidade e a prontidão necessárias aos cuidados de saúde que a sua condição reclama.

O Centro de Saúde P5 “assegurará a prestação de serviços clínicos aos cidadãos de Guimarães, através de plataformas digitais de serviços de monitorização e de avaliação de sintomas clínicos, em articulação com as unidades prestadoras de cuidados de saúde do Serviço Nacional de Saúde. Existirá a interação entre os profissionais de saúde e os munícipes e avaliação do impacto dos resultados clínicos, no âmbito de projetos de investigação”.

“Estão assegurados ainda serviços de apoio clínico para triagem de utentes, através das aplicações digitais ou da linha telefónica, onde os munícipes podem entrar em contacto com os profissionais do P5”.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?