Guimarães vai ter um projeto pioneiro de residências universitárias

O projeto pioneiro em Portugal está em fase de aprovação final na Câmara Municipal, e prevê a instalação de quartos diferenciados, zonas de estudo e de convívio, refeitório, salas de televisão, cinema e gaming, ginásio, lavandaria, entre outras comodidades.

A obra, que será abrangida pela rede da Ecovia desenvolvida pelo Município, terá início na primavera de 2021 e deverá ficar pronta no outono de 2022, “transformando totalmente uma unidade empresarial em residência universitária, de referência mundial”, pode ler-se numa publicação do Muncípio na Rede Social Facebook.

Ao todo, são 632 camas que vão fazer parte do projeto “Coletivo de Azurém”, uma residência de estudantes que segue um formato internacional: o PBSA “Purpose Built Student Accomodation”, alojamento especificamente pensado para estudantes, com 15 mil metros quadrados de área de intervenção.

As residências universitárias ficarão situadas na freguesia de Azurém, a 650 metros da Universidade do Minho, e representa um investimento de 15 milhões de euros.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?