Há vacinas suficientes para a terceira dose, mas “decisão não está tomada”

O primeiro-ministro, António Costa, assegurou que Portugal tem doses suficientes da vacina contra a covid-19 caso seja necessário administrar uma terceira dose nas pessoas mais vulneráveis, mas adiante que “decisão não está tomada”.

“A União Europeia, incluindo Portugal, procedeu à aquisição de uma quantidade de vacinas adequadas para uma eventual decisão sobre essa terceira dose. É uma decisão que não está tomada, mas se vier a ser tomada temos as vacinas necessárias”, disse António Costa esta quinta-feira.

Contudo, informou que “não há nenhum calendário previsto” para essa decisão ser tomada, esclarecendo que se trata de uma “decisão que compete à Direção-Geral de Saúde”.

Recorde que, este fim de semana, os jovens com idades entre os 16 e 17 anos serão vacinados. Os adolescente que não tenham realizado o autoagendamento para a vacinação contra a covid-19 podem recorrer à modalidade “casa aberta” nesses dias.

Neste momento, e até dia 14 de agosto, o autoagendamento será exclusivo para os utentes dos 12 aos 15 anos de idade, a vacinar nos fins de semana de 21 e 22 de agosto e de 28 a 29 de agosto.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?