Herculano honrado por ter sido capitão no dérbi

Na estreia como capitão e a marcar pela equipa de sub-23, no triunfo diante o Sp. Braga, por 1-0, o jovem Herculano, de apenas 16 anos, considerou ter sido especial ter marcado ao rival. “No fim do jogo, como faço sempre, voltei a ver os lances e até me perguntei a mim mesmo como é que consegui fazer aquele golo. Foi, realmente, especial pelo golo em si, por ter dado os três pontos à equipa e por ter sido contra o nosso rival”, confidenciou, aos meios oficiais do clube.

Sobre o fato de ter sido eleito para capitanear a equipa, o jovem avançado, cuja cláusula de rescisão é de 60 milhões de euros, foi categórico. “Uma honra”, assumiu. “Fiquei muito feliz quando percebi que ia ser o capitão. Foi a primeira vez que usei a braçadeira e penso que o fiz com a maturidade e a responsabilidade que se exige a um capitão. O mister disse-me que confiava em mim e eu só procurei cumprir com as expectativas”, acrescentou.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?