Incidência de Covid-19: Estaremos no início da descida em Guimarães?

© João Bastos/Mais Guimarães

Segundo os dados disponibilizados esta segunda-feira, 30 de novembro, pela Direção Geral da Saúde, e relativos à situação epidemiológica entre 13 e 26 de novembro, Guimarães situa-se na terceira posição entre os concelhos com maior incidência da Covid-19, com 2.293 novos casos por 100 mil habitantes. Com maior incidência está Freixo de Espada à Cinta, com 3.153 novos casos por 100 mil habitantes, e Lousada com 2.455.

Destaque-se o facto da incidência de Covid-19 no concelho de Guimarães ter diminuído neste período, havendo agora menos 145 novos casos que no último relatório, de 23 de novembro, apresentado pela ARS Norte.

No entanto, com base na atualização feita hoje pela DGS, Guimarães mantém-se acima de 2000 casos e continua a ser um concelho pintado de vermelho com risco Extremamente Elevado, o mais alto da escala definida pelo Governo, muito longe dos 960 casos de covid-19 por 100 mil habitantes que lhe permitiriam baixar para um patamar inferior, com menores restrições.

Região acompanha tendência de descida

Façamos agora a análise a outros concelhos da região: Fafe contabilizava a 26 de novembro 2.151 novos casos (-148 que a 23 de novembro); Felgueiras 1.941 (-304); Paços de Ferreira 1.985 (-253); Vizela 1.937 casos (-297); Vila Nova de Famalicão 2.107 (+39); Santo Tirso 1.762 (-98); e Braga 1.354 (-200) novos casos positivos por 100 mil habitantes, nos últimos 14 dias.

A Incidência cumulativa a 14 dias de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19 corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada, por concelho, a 31 de dezembro de 2019, pelo Instituto Nacional de Estatística, IP.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?