Inscrições abertas para a décima edição do Guimarães noc noc

A situação atualmente vivida tem determinado o adiamento ou cancelamento de vários eventos e iniciativas, porém, o Festival Guimarães noc noc abriu as inscrições para a sua 10.ª edição.

“De há dez anos para cá, no primeiro fim-de-semana de outubro, juntam-se artistas das várias áreas; da dança, do teatro, das artes plásticas, da música… e espalham-se pela cidade por espaços, alguns inusitados, criando um roteiro que abre portas diferentes à arte. Um melting pot de dois dias”, descreve Jorge Matos, membro da organização.

Devido à pandemia Covid-19, foi colocada a possibilidade de não realizar o evento, mas “percebemos que não fazia sentido ele deixar de existir, dez anos depois. Na verdade, até queremos celebrar este número redondo, mesmo que as circunstâncias impliquem alterações no formato”, declara Pedro Ferreira, presidente da associação organizadora, Ó da Casa! Associação Cultural. A edição de 2020 vai manter um percurso artístico e cultural, mas numa área limitada, garantindo as condições de segurança necessárias.

Marta Carvalho, também da organização, afirma que estão “a receber inscrições de trabalhos e projetos que vamos reunir em Guimarães, num grande espaço, que será a única porta onde se poderá fazer noc noc, com entradas controladas e seguindo as indicações de segurança sanitária”. A organização acredita que deste novo formato vai surgir uma dinâmica “muito própria, intimista e partilhada, tal como sempre sucedeu no Guimarães noc noc”.

Vai ser ainda possível a participação remota, para todos aqueles que não se possam deslocar até Guimarães. “Estaremos juntos em live streaming ou outro formato multimédia – num concerto, numa performance, com poesia, numa conversa, numa exposição! Mais do que uma exibição à distância, em Guimarães, queremos que estes projetos também possam ser vistos por quem está perto do artista, na sua rua, no seu bairro, da sua varanda… É um convite a fazer acontecer noc noc onde se quiser”.

“O espírito do festival mantém-se e o Open Call deste ano reflete isso”, remata Pedro Ferreira. “Nunca sabemos como vai ser, mas a verdade é que acontece. O Guimarães noc noc não é um concurso. Não existe um júri. Não há seleção de trabalhos. Todos os anos reunimos os artistas inscritos e distribuímos pelos espaços disponíveis e, daí, criam-se dinâmicas fora dos contextos centrais e convencionais, envolvendo o artista, o público e a organização. É um evento cultural participativo de mobilização comunitária a nível local, nacional e internacional. Este ano, não será diferente.” 

O evento decorre no primeiro fim de semana de outubro, nos dias 03 e 04. As inscrições para artistas estão abertas até dia 15 de agosto.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?