IVO VIEIRA: “NÃO PODEMOS SER SÓ FAVORITOS NA TEORIA”

O treinador vitoriano realçou que os seus jogadores não se podem contentar com o favoritismo teórico para o jogo de quinta-feira com a Jeunesse Esch, no Luxemburgo, para a primeira mão da segunda pré-eliminatória da Liga Europa. É preciso mostrar que “a dedicação, o empenho e o foco ganham à teoria”, realçou.

“Não podemos ser teóricos ao ponto de acreditarmos que somos favoritos ou mais fortes. Temos de demonstrar o favoritismo com dedicação, entrega e vontade”, disse Ivo Vieira, na conferência de imprensa de antevisão à partida agendada para as 19:30, no Stade Josy Barthel, na Cidade do Luxemburgo.

O técnico, de 43 anos, frisou que a equipa de Esch-sur-Alzette não é um adversário mais conveniente do que o Tobol, do Cazaquistão, ainda que a viagem a fazer seja mais curto, e disse estar convicto de que, apesar do processo de jogo ainda estar muito longe do ideal, o Vitória vai conseguir um “resultado positivo”.

“Os jogadores não estão no seu melhor desempenho, no Vitória e em clube nenhum. Se obtivermos resultados positivos, conseguimos um elã positivo e podemos chegar ao processo final o mais rápido possível”, explicou.

Ao lado do técnico, o lateral esquerdo Rafa Soares antecipou que o Vitória vai ter de estar preparado para o “bloco médio-baixo” da Jeunesse, tentando aproveitar o “mínimo erro” português para fazer golo, e para “fazer um bom jogo”, marcando, se possível, por mais do que uma vez.

 

 

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?