IVO VIEIRA QUER MOREIRENSE A FAZER “ÉPOCA MELHOR” DO QUE A ANTERIOR

Ivo Vieira realçou que a equipa precisa de “fazer uma época tranquila” para evitar a aflição sentida na época anterior, após o primeiro treino com o plantel.

A formação vimaranense, 15.ª classificada no campeonato anterior, apenas garantiu a permanência na 34.ª e última jornada, e parte para a nova época com um novo técnico – Ivo Vieira substituiu Petit – e a vontade de fazer uma prova “tranquila e descansada, a nível de posição na tabela”.

“Temos de implementar ambição. Não temos de ser gananciosos, mas queremos algo mais. Esse algo mais passa por fazer uma época melhor do que o que tem acontecido, respeitando todos aqueles que lutam pelo mesmo”, disse, após o primeiro treino da época, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

Depois de ter orientado, em 2017/18, a Académica, da II Liga, e o Estoril Praia, despromovido ao segundo escalão, Ivo Vieira anteviu que o Moreirense está pronto para lidar com as dificuldades de um “campeonato competitivo”, até porque o “investimento”, embora sem revelar o valor, “está a crescer”.

O treinador, de 42 anos, tem um grupo provisório de 22 futebolistas a seu cargo e, apesar de crer que vai ter um “plantel equilibrado”, reconheceu que os minhotos precisam, no mínimo, de garantir dois defesas centrais, dois médios, dois pontas de lança, um extremo e eventualmente um terceiro médio, após reconhecer a possibilidade de Alfa Semedo, hoje presente no treino, sair.

Apesar de considerar que “o ideal seria arrancar com o plantel já fechado”, Ivo Vieira salientou que a direção presidida por Vítor Magalhães tem tentado colmatar as “lacunas” o “mais breve possível” e está prestes a fechar “um ou outro reforço”, mesmo após já ter perdido alguns jogadores que escolheram outras propostas, “muito aliciantes” a nível financeiro.

O defesa João Aurélio, um dos quatro reforços já anunciados, além do guarda-redes Pedro Trigueira (ex-Vitória de Setúbal), do defesa D’Alberto (ex-Sporting de Braga) e do médio Fábio Pacheco (ex-Marítimo), disse querer ajudar o Moreirense a evitar a luta pela manutenção até à última ronda com “a experiência e o trabalho” que pode oferecer.

“Sabemos das dificuldades, mas esperamos uma época diferente. O grupo é ambicioso, tem valor, e esperamos que as coisas comecem a correr bem, para termos uma época tranquila”, disse o ex-Vitória de Guimarães.

Já o médio e capitão da equipa, Neto, afirmou que os jogadores do Moreirense têm de “estar mais focados” ao longo da época para atingirem a manutenção mais cedo.

O Moreirense vai disputar o primeiro compromisso de pré-época já no dia 07 de julho, no terreno do Varzim da II Liga, pelas 10h00, e depois cumprir o estágio de pré-época entre 9 e 14 de julho, em Ofir, no concelho de Esposende.

A equipa vai jogar também nos terrenos do Rio Ave, em 11 de julho, do Penafiel, em 14, do Paços de Ferreira, em 19, e do Famalicão, em 25, participando, pelo meio, no torneio de Águeda, com os primodivisionários Boavista e Tondela e o próprio Águeda.

A equipa vimaranense vai apresentar-se aos sócios a 21 de julho, frente ao Boavista, num jogo agendado para as 18h00, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?