João Sousa doa cinco mil euros para ajudar tenistas

© Direitos Reservados

João Sousa aderiu ao desafio lançado pelo tenista Novak Djokovic e vai contribuir com cerca de cinco mil euros para um fundo de jogadores. Há mais de um mês em Guimarães, em quarentena, o tenista conversou com a RTP e desvendou o procedimento e como se manifestou a ideia: “Surgiu através Djokovic (líder do Conselho de Jogadores), em conjunto com o Roger Federer e o Rafael Nadal. Temos um grupo no Watsapp onde estão os jogadores do top-100 do ranking mundial. A ideia foi falada, foi ouvida, e a maioria dos jogadores estão de acordo em ajudar”.

Desta forma, o n.º1 do ténis português aceitou contribuir com cerca de cinco mil euros para um fundo que visa auxiliar jogadores que vão sentir, de forma mais acentuada, os impactos da pandemia – o dinheiro angariado vai ser distribuído pelos atletas que se encontram abaixo do número 250.º no ranking. “Devido ao êxito que tenho tido, tenho algum conforto económico para estar parado algum tempo”, acrescentou.

À mesma fonte, o vimaranense também teve oportunidade de indicar que esta “paragem forçada” até se revelou benéfica para ultrapassar a lesão no pé sofrida no ano passado. O tenista tem continuado a fazer preparação, ainda que de forma mais limitada. “Juntos vamos vencer e é importante manter a forma, para que quando voltar esteja bem fisicamente e mentalmente”, considera.

Segundo o tenista, estar presente nos Jogos Olímpicos é “um orgulho”. “Já estive presente no Rio de Janeiro e foi uma experiência única”, sublinhou. O vimaranense vai, à imagem da restante comitiva portuguesa, ter de esperar mais um ano – “tudo o que se está a passar é bem mais importante que isso” [Jogos Olímpicos], disse, em março.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?