JOVEM DE ORIGEM VIMARANENSE VAI AOS JOGOS OLÍMPICOS DE INVERNO DA JUVENTUDE

Vanina de Oliveira Guerillot, nascida em França, tem dupla nacionalidade e vai competir nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude.

Vanina tem 17 anos e competirá nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude, em Lausanne, Suíça. ©Direitos Reservados

Vanina de Oliveira Guerillot, de 17 anos, é a primeira portuguesa a competir nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude Lausanne 2020, a 12 de janeiro, na prova de slalom gigante, e dia 14 no slalom.

A atleta de esqui alpino vai ter a primeira experiência olímpica durante o evento que decorre até 22 de janeiro, na Suíça. Vanina de Oliveira Guerillot nasceu e reside em França, é filha de mãe natural de Atães, Guimarães, e tem dupla nacionalidade desde bebé.

A esquiadora foi a segunda atleta portuguesa a conquistar medalhas internacionais nos desportos de inverno, em 2016, na categoria infantes, e é considerada pela Federação de Desportos de Inverno de Portugal uma das esperanças lusas, depois de conquistar vários pódios em torneios de referência.

Em 2019, Vanina de Oliveira foi a melhor portuguesa nos Campeonatos do Mundo juniores de esqui alpino, realizados em Val di Fassa, Itália, ao terminar em 38.º lugar a prova de slalom, entre 49 atletas. A lusodescendente esteve também, no ano passado, nos Campeonatos do Mundo de Esqui Alpino, em ARE, Suécia, onde foi a 37.ª classificada a chegar à meta no slalom.

Vanina de Oliveira, uma das quatro atletas de desportos de inverno com o estatuto de alto rendimento, é treinada pelo pai, Yannick Guerillot, e prepara-se habitualmente em Courchevel e Phalognan la Vanoise, estâncias de esqui localizadas nos Alpes franceses. Na segunda participação nos Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno, Portugal faz-se representar por Vanina de Oliveira e pelo covilhanense Manuel Ramos, ambos de 17 anos e nas mesmas disciplinas. Pedro Farromba, o chefe de missão, disse à agência Lusa ter a expetativa que a portuguesa residente em França tenha o melhor desempenho, tendo em conta o maior volume de treino. Enquanto o responsável espera que Manuel Ramos possa entrar “na primeira parte da tabela” classificativa, para Vanina de Oliveira prevê “resultados superiores”, sem apontar lugares.

Na primeira edição dos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude, em Insbruck, Áustria, Portugal não esteve representado. Aquando da segunda edição, em Lillehammer 2016, na Noruega, o país estreou-se com os esquiadores Andrea Bugnone e Joana Lopes.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?