JSD de Guimarães propõe inclusão de jovens na tarifa social da água

© Direitos Reservados

A JSD de Guimarães quer ver alargada a tarifa social da água da Vimágua aos mais jovens. Nesse sentido, enviou, esta terça-feira, ao presidente da câmara, Domingos Bragança, e ao presidente do Conselho de Administração da Vimágua, Armindo Costa e Silva, uma carta a propor o alargamento da Tarifa Social da água para os jovens até aos 30 anos que se encontrem em situações mais vulneráveis.

Os sociais-democratas sugerem que o Conselho de Administração da Vimágua pondere alargar a tarifa social da água e, ainda, que a isenção passe dos 5 metros cúbicos para 15 metros cúbicos para todos os jovens até aos 30 anos que habitem sozinhos ou com parceiros/as e que provem que tenham sido despedidos no âmbito do Covid-19 e/ou apresentem quebras no seu rendimento iguais às quebras previstas pelo regime de lay-off simplificado (1/3 do vencimento mensal).

A JSD sugere que, para os jovens que foram despedidos, a Vimágua os isente deste pagamento durante seis meses, a começar a partir do momento em que os jovens são despedidos. “A isenção de seis meses é para que os jovens, no pós-Covid-19, tenham a estabilidade necessária para a procura de novo emprego”, justificam os sociais-democratas.

Para os jovens colocados em regime de lay-off simplificado e para os jovens profissionais liberais e/ou proprietários de pequenos comércios, a JSD sugere que fiquem na tarifa social durante os meses em que permaneçam no regime de lay-off simplificado ou apresentem uma quebra no seu vencimento mensal igual ou superior a 1/3.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?