LIGA EUROPA:VITÓRIA ESTEVE A GANHAR, MAS NÃO CONSEGUE TRAZER PONTOS DE INGLATERRA

O Vitória não soma qualquer ponto na competição, mas a equipa acabou apludida pelos adeptos. Vimaranenses marcaram os primeiros nesta edição da Liga Europa.

Depois de perder no último sábado para a Taça de Portugal frente ao Sintra, o Vitória deslocou-se a Londres para um confronto inédito. No primeiro jogo de sempre contra o Arsenal, os vimaranenses até estiveram a ganhar por duas ocasiões, mas o Arsenal conseguiu dar a volta e somar a terceira vitória na competição (3-2).

O reforço Pépé foi a grande figura da partida. Dois livres directos do costa-marfinense penalizaram o Vitória que se apresentou decidido e até gelou o Emirates, mas foi infeliz e despede-se de Londres com um resultado negativo.

Logo aos três minutos os vimaranenses mostraram para o que vinham. André Almeida recebe um cruzamento do lateral Víctor García – que ocupou o lugar do lesionado Sacko –, consegue contornar Rob Holding e dispara para defesa do argentino Martinez.

Pouco tempo depois, era tempo de fazer história. Numa nova incursão do lateral venezuelano pela direita, Víctor García encontra Edwards na área. O inglês, formado no Tottenham, simula remate e, depois de conseguir encontrar caminho livre para a baliza, não desperdiça e gela o Emirates aos 8 minutos. É o primeiro golo do Vitória na competição e o primeiro golo marcado por uma equipa portuguesa no Emirates. Nos cinco jogos contra equipas portuguesas o saldo era de 17-0 a favor dos ingleses.

Fora das quatro linhas, os cerca de 2500 adeptos do Vitória iam fazendo a festa. O Vitória surpreendia os ingleses, que só conseguiram marcar a diferença pouco depois da meia hora de jogo. Aos 32 minutos, um cruzamento de Tierney encontra a cabeça de Martinelli e apanha Miguel Silva numa saída pouco calculada. O Arsenal ganhou novo fôlego e um minuto depois valeu Venâncio ao Vitória, ao desviar o remate de Rowe.

O Vitória acabou a primeira parte com dez remates. E não foi só um a dar golo. Aos 36 minutos, uma recuperação de bola de Davidson permite ao brasileiro um remate, que só foi travado pelo poste, e na recarga Bruno Duarte coloca novamente o Vitória em vantagem.

Na segunda parte o Arsenal entrou melhor, mas foi novamente o Vitória a criar perigo. Poha responde bem a um cruzamento de Davidson e, num toque em habilidade, só não consegue ampliar a vantagem porque o guardião argentino mostrou os reflexos.

A defesa do Vitória ia mostrando solidez e não permitia ao Arsenal criar perigo. O quarteto defensivo composto por Victor García, Tapsoba, Venâncio e Florent raramente mostraram vulnerabilidades. Mas os londrinos iam apertando a corda e o golo apareceu. Aos 80 minutos, o reforço que custou 80 milhões, faz o golo de livre direto. E em cima do apito final, o atacante costa-marfinense fez a cambalhota no resultado, de novo de livre direto.

O Vitória não soma qualquer ponto na competição, mas a equipa acabou apludida pelos adeptos.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?