LUÍS CASTRO: “NÃO É POR PERDERMOS UM JOGO QUE A QUALIDADE VAI DESAPARECER”

O treinador do Vitória fez, no final do encontro, a análise à derrota por 1-0 diante do Nacional.

“Falhámos no lance em que sofremos o golo. O Nacional atraiu-nos no jogo curto, para depois jogar longo e não conseguimos reagir”, começou por justificar o técnico.
“Ao intervalo decidimos deixar de construir a três para ter mais jogo interior, fomos colocando mais peças ofensivas, mas não conseguimos decidir bem. O Nacional esteve bem, mas na segunda parte o jogo pendeu sempre o nosso lado”, afirmou Luís Castro, que admitiu alguma desinspiração dos seus jogadores: “para o jogo coletivo funcionar é preciso que haja elementos inspirados. Não conseguimos juntar a inspiração à transpiração. Caímos ao fim de 12 jogos sem conhecer o sabor da derrota”.

Luís Castro acredita que esta derrota não terá peso nos futuros duelos. “Quando se perde, mentalmente não ficamos tão fortes, mas o restabelecimento vai ser rápido. Não é por perdermos um jogo que a qualidade vai desaparecer. Vamos atrás do objetivo que é um lugar que nos dê uma competição europeia”, concluiu.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?