LUÍS CASTRO: “O FACTO É QUE EXISTE UMA FALTA QUE NÃO FOI MARCADA”

O Vitória averbou a terceira derrota consecutiva no campeonato. No final do encontro, Luís Castro considerou que o primeiro golo do Sporting desestabilizou a equipa, mas que ainda há caminho a percorrer até ao final do campeonato.

“Temos de ir pelo que é factual e o facto é que existe uma falta que não foi marcada e esse lance deu o golo do Sporting. A equipa desestabilizou. No inicio da segunda parte quisemos voltar ao jogo, mas o Sporting fez o dois zero. Ainda estivemos por cima, fizemos vários cruzamentos na tentativa de reduzir. No geral, o Sporting foi uma equipa boa, que criou dificuldades”, começou por afirmar o técnico do Vitória.

Luís Castro assumiu, ainda assim, que o adversário acabou por ser superior. “O Sporting foi superior, é um facto, e é um facto que o resultado não merece muita discussão. Mas ao longo do jogo tivemos sempre competitivos. Abordamos o jogo com o Rochinha na frente. Definimos algumas vezes bem, outras nem tanto. Antes do Guedes entrar o Sporting fez o dois zero e tornou as coisas mais difíceis”, acrescentou.

Apesar de a margem para lutar pelo quinto lugar ser agora mais reduzida, o treinador não dá o objetivo por perdido. “Vamos ter que esperar pelo fim da jornada e depois fazer um balanço. Mas vamos lutar até ao fim das nossas capacidades, com a coragem e a ambição que a equipa tem e que por vezes se pensa que não tem. Vamos trabalhar até ao fim”, concluiu Luís Castro.

 

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?