LUÍS SOARES QUESTIONA MINISTRO SOBRE O ATRASO NA DISTRIBUIÇÃO DO CORREIO EM GUIMARÃES

Deputado socialista voltou a levar o assunto à Assembleia, questionando a administração dos CTT. Grupo parlamentar do PS entregou um projeto de resolução que defende pelo menos uma estação de CTT por concelho.

© Direitos Reservados

Luís Soares, deputado do Partido Socialista, questionou o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, sobre os atrasos na distribuição do correio no concelho de Guimarães, principalmente no que diz respeito às freguesias de Moreira de Cónegos, Lordelo, Guardizela, Conde e Gandarela.

Este é um problema que o deputado, também presidente da Junta de Freguesia de Caldas das Taipas, já havia levantado anteriormente. O socialista questionou, em setembro, a administração dos CTT com a situação. De acordo com comunicado do PS, “a empresa justificou esses atrasos com as renovações de contratos de prestação dos serviços de distribuição que provocaram algumas perturbações no fluxo normal de entrega de correio”.

Luís Soares apontou que, “segundo foi possível apurar, constata-se que esta situação acontece devido à falta de recursos humanos para a distribuição postal”, referindo ainda a “insuficiente subcontratação de empresas agenciadas para o cumprimento dessa obrigação”.

O grupo parlamentar do PS entregou, no Parlamento, um projeto de resolução que apoia a existência de pelo menos uma estação de CTT em todos os concelhos do país. Os socialistas referiram ainda que, quando a empresa de distribuição estava sob gestão pública, os resultados eram “muito relevantes”, funcionando “sempre como um instrumento de coesão social e territorial”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?