Maguy Marin assombra Guimarães a 20 de maio com May B

O corpo e o movimento regressam graciosamente ao Centro Cultural Vila Flor no próximo dia 20 de maio com a reputada coreógrafa Maguy Marin a apresentar aquela que é já considerada uma obra-prima da história da dança contemporânea. A peça é baseada em textos e personagens do dramaturgo e escritor irlandês Samuel Beckett que anseiam por quietude, mas não conseguem deixar de se mover. Criada em 1981 e coproduzida pela Compagnie Maguy Marin e pela Maison des Arts et de la Culture de Créteil, “May B” é agora apresentada pelas 21h30 no Grande Auditório Francisca Abreu.

© Direitos Reservados

Fundadora de um discurso e momento raros por ter conseguido dar às palavras de Samuel Beckett o corpo que há tanto tempo procurava, “May B” foi uma conquista da coreógrafa francesa Maguy Marin face à resistência do dramaturgo irlandês em aceitar que as suas peças fossem adaptadas. Ele não só aprovou o projeto, como também a convidou para se encontrarem e discuti-lo, tornando “May B” numa criação única e intemporal. 

Inicialmente, Maguy terá pensado criar a peça a partir da segunda parte do texto “Fim de Partida” de Beckett, mas o encontro com o escritor, onde falaram do que ela desejava fazer, deixou-a com o sentimento de libertação, quando ele lhe aconselhou a não respeitar o texto e trabalhar sobre a intuição. É também na conversa com o escritor que se inspirou para o uso das palavras que suscitam uma estrutura de início e final de peça.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?