Marcelo e Guterres assinalam Dia Internacional Contra a Discriminação Racial

O Presidente da República assinala hoje o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial enaltecendo “o lugar de Portugal como país de acolhimento aberto” e apelando a que se torne “menos desigual, mais diverso e inclusivo”.

© Direitos Reservados

Numa mensagem publicada no sítio oficial da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa começa por dizer que “Num tempo desafiante, marcado pela covid-19 e pelo acentuar das desigualdades na sociedade portuguesa, importa, mais do que nunca, não abrirmos mão do diálogo e de uma convivência pacífica e amigável, unidos na convicção de que aquilo que nos une supera aquilo que nos separa”.

Marcelo faz ainda um apelo à união “em torno deste desígnio”. “As feridas que nos separam são também as feridas que nos unem. Que possamos sará-las sem medo e com esperança. Que possamos, neste dia, invocar o que nos aproxima e recordar a nossa condição comum”, acrescenta.

O racismo mata e os jovens estão na primeira linha do combate do futuro: foram as palavras de António Guterres nas Nações Unidas.

Neste Dia Internacional Contra a Discriminação Racial, Guterres pediu um esforço conjunto para erradicar o racismo. “Hoje apelo a todos os jovens, bem como a líderes e educadores, para que ensinemos ao mundo que todas as pessoas nasceram iguais. A supremacia é uma mentira pérfida”, afirmou..

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?