Martins Sarmento acolheu escolas do Projeto Erasmus+ Clean Water Clean Future

Entre os dias 9 e 14 de janeiro, a escola secundária Martins Sarmento acolheu as quatro escolas que integram o Projeto Erasmus+ Clean Water Clean Future: Goce Delcev school Kavadarci, da República da Macedónia do Norte, Szkoła Podstawowa nr 1, da Polónia, Școala Gimnazială nr.39, da Roménia, e Agiad Ortaokulu, da Turquia.

© Direitos Reservados

O coordenador do projeto, João Paulo Santos, salientou a importância que este tipo de iniciativa tem “no desenvolvimento de conhecimentos e competências, para além do desafio que representa para a escola”. Foi a primeira vez que esta escola assumiu a posição de coordenadora de um projeto Erasmus+ a nível internacional.

Depois de conhecerem a cidade, os participantes realizaram atividades que foram ao encontro do primeiro tema deste projeto: a importância da água nas diferentes manifestações artísticas. A professora de desenho Raquel Silva realizou uma atividade, Story Telling, na qual foi entregue um papel a cada aluno para desenharem e escreverem a partir de objetos retirados de um saco. “Filmes que meteram água” foi uma atividade orientada pelo professor de multimédia Jorge Faria. Os alunos foram agrupados por equipas e o objetivo era adivinhar o nome do filme com base numa pequena sequência de cenas.

Os últimos dias foram marcados pelas visitas à Estação de Tratamento de Água (ETA) em Santa Eufémia de Prazins que assegura o fornecimento de água potável aos concelhos que abrange. Ao longo da visita, os participantes ficaram a perceber que “o processo de tratamento da água retirada do Rio Ave é executado através processos tecnológicos como a ultrafiltração, que remove macromoléculas, bactérias e vírus com menos utilização de químicos, evitando, assim, efeitos nefastos na saúde pública”, explica a escola em nota publicada.

O grupo teve ainda a oportunidade de visitar a Nau Quinhentista em Vila do Conde. A exposição permitiu conhecer não só a história da navegação Portuguesa, nomeadamente aquela que tem origem e destino em Vila do Conde, como também a história da Alfândega Régia e o seu funcionamento, oficiais e produtos desalfandegados. O World of Discoveries, no Porto, foi a visita seguinte, um museu interativo e parque temático que reconstrói a odisseia dos navegadores portugueses, que cruzaram oceanos, enfrentaram medos à descoberta de um mundo desconhecido.

De acordo com a escola secundária Martins Sarmento, os participantes terminaram a semana “cansados, mas felizes”. Os professores Brigitte Gomes, Helena Sofia Barroso, João Paulo Santos e Jorge Faria, mostraram-se, assim, “bastante satisfeitos com uma semana marcada pelo conhecimento, partilha e momentos que certamente ficarão registados num lugar especial de todos aqueles que estiveram presentes”.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?