MULHERES AO PODER NA ASSOCIAÇÃO DA CRUZ DE PEDRA

Liliana Freitas, de 24 anos, é a primeira mulher a assumir a presidência do Grupo Cultural e Recreativo da Cruz de Pedra. Estatutos proibiam as mulheres de fazerem parte dos órgãos sociais.

O Grupo Cultural e Recreativo da Cruz de Pedra tem uma nova direção desde 08 de fevereiro, rompendo de vez com o passado. Liliana Freitas, de 24 anos, é a nova presidente da Associação e toma hoje posse (sexta-feira).

A eleição de Liliana Ferreira ganha contornos relevantes por esta ser a primeira mulher a exercer o cargo de presidente na Associação, uma vez que, até há bem pouco tempo, nenhuma mulher podia fazer parte dos órgãos sociais. Entre outros pontos frisados nos estatutos, constava que as esposas dos membros da Associação estavam inibidas de participar nas festas na sede e nas excursões organizadas, podendo-o fazer apenas mediante autorização dos maridos.

A anterior direção, presidida por Dino Freitas, conseguiu finalmente, no último mandato, alterar os estatutos, permitindo que a nova composição dos órgãos sociais até tenha maioria feminina (quatro mulheres e três homens a compor o executivo).

Liliana Freitas explicou ao Mais Guimarães que os estatutos foram aprovados há 49 anos, daí serem “retrógadas”. A nova presidente diz que o facto de as mulheres estarem agora em maioria “não é uma provocação”, até porque o seu objetivo passa por criar uma Associação “para todos, homens e mulheres”. Neta de um dos fundadores da Associação, Liliana Ferreira está ciente da “grande responsabilidade” mas contente com o feedback dos membros.

Dino Freitas, presidente que cessou funções, afirmou que, quando se candidatou, “não previa que fosse tão difícil levar a bom termo” o seu trabalho. Dino Freitas diz que chegou ao fim do seu mandato “de cabeça erguida e com a certeza do dever cumprido”, mas não se recandidatou por  “estar na altura de renovar com ideias novas e novos projetos”. O anterior presidente mostrou ainda a sua gratidão a todos os associados, “especialmente aos que souberam ser dignos desse título” e ainda às Associações parceiras e Junta de Freguesia de Creixomil.

Para o mandato de dois anos, Grupo Cultural e Recreativo da Cruz de Pedra tem já aprovado um plano de atividades, especialmente culturais, com o intuito de tornar a Associação numa referência nesta área. “Mensalmente serão organizados eventos na sede da Associação e no verão, no exterior”. Liliana Ferreira quer um mandato de continuidade e espera colaborar com a Junta de Freguesia de Creixomil e com outras Associações da freguesia.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?