Município de Guimarães atribui apoios a projetos sociais de intervenção comunitária

O Município de Guimarães reforçou o apoio a projetos sociais implementados no território, através de um subsídio global de 120 mil euros, com o objetivo de promover iniciativas de acompanhamento à população sénior.

A Vereadora da Ação Social, Paula Oliveira, reconheceu que muitos dos projetos em prática “tiveram de ser adaptados devido à situação de pandemia, reforçando ações de acompanhamento psicológico, o atendimento social quando necessário ou a ajuda em compras de bens alimentares, numa ligação ao projeto 65+, com a participação de 37 gestores em todo o território”, pode ler-se em nota enviada às redações.

Foi atribuída a verba de 45 mil euros ao projeto “Consigo”, na área territorial da Comissão Social Interfreguesias Sudoeste da Montanha da Penha (constituída pelas freguesias de Pinheiro e Infantas e pelas Uniões de Freguesias de Tabuadelo/S. Faustino, Serzedo/Calvos e Abação/Gémeos).

Este projeto “disponibiliza um banco de produtos adaptativos, apostando em procedimentos de reciclagem e na reutilização de equipamentos adquiridos ou doados, e conta com a colaboração de uma equipa multidisciplinar”. O projeto “Consigo” tem a sua sede na freguesia de Infantas.

A Câmara atribuiu ainda 15 mil euros para o projeto “Este lugar não é para velhos: espaço convívio sénior”, implementado pela Junta de Freguesia de Caldelas, cujo o principal objetivo visa a “promoção de um envelhecimento saudável e ativo por via da dinamização de atividades de promoção do bem-estar físico”.

O projeto “Intervenção Local: Promoção da Qualidade de Vida” foi apoiado com 40 mil euros atribuídos à Junta de Freguesia de Ronfe, visando a intervenção em situação de isolamento e fragilidade de pessoas idosas na Comissão Social Interfreguesias do Oeste (Brito, Ronfe, UF Figueiredo, Oleiros e Leitões, UF Airão Santa Maria, Airão São João e Vermil). 

Foi atribuído ainda o valor de 20 mil euros à Junta de Freguesia de Brito para o projeto “MoveBrito” “visando a dinamização de atividades de promoção do bem-estar físico, cognitivo e emocional, prevenindo a solidão e o isolamento social e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das pessoas com mais de 55 anos residentes na freguesia de Brito e proximidades”.

Existem outros projetos de âmbito social no concelho de Guimarães, cujo apoio do Município ultrapassa os 250 mil euros.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?