Município já tem 38 lugares com história identificados

Na reunião de Câmara desta segunda-feira, dia 12, foi aprovado o regulamento do Programa “Lugares com História”. O Município “reconhece a importância do comércio como um dos elementos distintivos e diferenciadores da cidade, nas suas dimensões social, económica e ambiental”.

© Joana Meneses/Mais Guimarães

Em reunião, a 9 de março de 2020, a Câmara Municipal de Guimarães deliberou aprovar a abertura do procedimento e participação procedimental para aprovação de um Regulamento Municipal de Atribuição da Distinção “Lojas com História” & “Associações com História”.

O regulamento do programa “Lugares com História” foi aprovado esta segunda-feira, tendo o vereador do Desenvolvimento Económico do Município, Ricardo Costa, explicado que o trabalho permitiu já identificar 38 espaços.

Ricardo Costa garantiu que o trabalho foi feito por todo o concelho, “avaliando todas as lojas, em todas as freguesias, para perceber quais as lojas com potencial para ser classificadas”. Os espaços estão georreferenciados e serão “colocados à discussão pública após a publicação em Diário da República”, fez saber o vereador. Acrescentou ainda que todos os vimaraneses podem “criticar positiva e negativamente, mas também se podem autopropor”.

O Município assume o compromisso de “dinamizar ações tendentes a apoiar a preservação de estabelecimentos e entidades de interesse histórico e cultural ou social local, reconhecidos como de valor coletivo, designadamente a aplicação de um regulamento de benefícios, incentivos e apoios de natureza financeira”. Ricardo Costa fez referência à importância deste programa, uma vez que “protege os espaços com história, seja ela cultural, patrimonial ou industrial, e todos estes espaços têm isenção de IMI.”

O vereador acredita que, “percebendo o potencial na salvaguarda do seu arrendamento, na salvaguarda da sua requalificação e reconstrução”, vão perceber as “vantagens quer financeiras, quer competitivas e de salvaguarda do seu património”.

“Há mais alguns espaços que podem ter potencial de classificação”, afirma apelando para que a documentação dos espaços não esteja em falta.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?