MÚSICA, ARTES PLÁSTICAS E POESIA NO CONVÍVIO

O Convívio apresentou a agenda cultural para os meses de Fevereiro a Outubro e a diversidade foi um dos pontos destacados por César Machado, presidente da associação.

Apesar de alguns dos nomes ainda não poderem ser anunciados, é já vasta a programação do Convívio até ao próximo mês de outubro. Nas tardes de sábado, de fevereiro e março, a sede da associação vai receber ciclos de concertos, naquele que é, segundo César Machado, “um momento em que não há grandes alternativas”. Estes são concertos com música mais intimista e de entrada gratuita.

Também em Fevereiro decorre o primeiro jantar Vínico, com a presença do enólogo Celso Pereira. Este evento, que decorre a 09 de fevereiro, carece de inscrição prévia e carateriza-se por ser uma “prova gastronómica à boleia do vinho”.

A segunda edição dos Convívios ao Piano, organizado em parceria com a Câmara Municipal, é um dos destaques de março, e decorre entre os dias em três sábados, entre os dias 16 e 30. Vão estar presentes Raúl da Costa com a búlgara Rimma Benyuomova, no primeiro concerto, o japonês Deren Wang no segundo sábado, e a dupla Pedro Emanuel Pereira com Marco Figueiredo para o fecho. O Dia Internacional do Jazz é também outro dos momentos já associados ao Convívio, e que este ano decorre a 30 de abril. Guimarães é uma das 300 cidades do mundo que integra este evento, que é transmitido em live stream entre cada uma delas. Para esta edição, está agendado um concerto no Paço dos Duques que se vai distinguir pela ausência de público, numa interação entre a música e o edifício. O vídeo do momento poderá depois ser visto online.

Ainda no jazz, o início de julho devolve à cidade o “Verão é Jazz”, entre os dias 03 e 07, com a programação ainda por divulgar. Este é mais um evento do Convívio em parceria com o município, tal como os Convívios Internacionais de Música de Guimarães, que decorrem no final do mesmo mês, entre 20 e 28 de julho.

Para César Machado, o trabalho feito pelo próprio Convívio é merecedor de destaque, o que motiva a integração de alguns grupos na programação. O grupo de teatro CETE irá apresentar uma nova peça, em junho, e a escola de jazz vai também aparecer. “Há uma grande atenção dada ao que se faz dentro de portas e, para além do teatro, a nossa escola de jazz irá estar presente nos festivais do género musical”, afirmou o presidente da associação.

O Suave Fest, outro dos “acontecimentos âncora”, decorre entre os dias 12 e 14 de setembro, também com programação a divulgar e igualmente em parceira com a Câmara Municipal.

Para além de música, o Convívio aposta nas artes plásticas e na poesia, “procurando ter diversidade e qualidade nos eventos”. O Dia Internacional da Poesia terá uma atividade na sede, ainda não revelada, e a 09 de março será inaugurada a exposição “Planeta Pienal de Cândida Obel”, que ficará patente até 28 de abril. O Mercado das Artes é outro desses momentos, agendado para o fim-de-semana de 18 e 19 de maio. Aqui o foco estará na pintura e escultura e, para além de exposição, vai ser possível a venda de trabalhos.

O Convívio vai ainda receber dois concertos integrados no Westway Lab City Showcase, uma iniciativa da Oficina, a 13 de abril.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?