NATAL TRAZ O “SACO CHEIO” DE CONCERTOS E ANIMAÇÃO

Um mercado natalício, ilustrações, iluminações, concertos e animação na passagem de ano. Com as iluminações já ligadas, o espírito natalício ganha nova força em Guimarães a partir deste sábado, dia 07.

© Mais Guimarães

A abertura oficial do programa “Guimarães, Cidade Natal” está agendada para este sábado, às 17h00, com o início de uma Arruada Natalícia, animada por dezenas de figurantes, com as personagens integrantes de todos os espetáculos envolventes, grupos corais, filarmónica/orquestra, cuja concentração será no Largo dos Laranjais e segue em direção ao Largo do Toural. Pelas 18h00 está previsto o espetáculo da Árvore de Natal e estende-se, ainda, ao espetáculo de som e luz na Alameda de São Dâmaso, numa das novidades para a edição deste ano.

A abertura do Mercado de Natal, no Jardim da Alameda, está agendada para as 18h30, com animação itinerante. No espaço, estarão mais de três dezenas de expositores, vocacionados para a área da alimentação, artesanato, decoração, doçaria, literatura e produtos infantis. No horário de funcionamento do horário de natal estão previstas várias ações de animação desde teatro à música, que se estendem por várias ruas de Guimarães, entre atividades para crianças, com possibilidade de participarem nas pelas de teatro “Debaixo do Azevinho”, “fábrica do Chocolate”, “Marionetas do Circo”, “Dom Azevinho, “O Pai Natal Está Cá” e “O Natal dos Afonsos”.

Concertos de Natal invadem igrejas

Nas igrejas da cidade, ao final da tarde e noite, estão programados concertos de Natal com a Orquestra do Norte (7 de dezembro, Igreja de S. Francisco, às 21h30), Orfeão de Guimarães (8 de dezembro, Igreja S. Sebastião, às 18h00), Grupo Coral de Pevidém e Chorus Anima Populi (15 de dezembro, Basílica de S. Pedro, às 18h00); Saint Dominic´s Gospel Choir (20 de dezembro, Igreja da Nossa Senhora da Oliveira, às 21h30), Frozen in Time (21 de dezembro, Paço dos Duques, às 18h00), Grupo Coral de Azurém (21 de dezembro, Igreja de S. Francisco, às 21h30) e Portuguese Brass (22 de dezembro, Igreja de S. Domingos, às 18h00).

Entre os dias 13 e 14 de dezembro celebra-se o 18º aniversário da inscrição do Centro Histórico de Guimarães na Lista do Património Cultural da UNESCO, com destaque para o concerto comemorativo pelo maestro António Victorino d’Almeida e a soprano Ana Maria Pinto, na Igreja dos Capuchos. Antes disso, pelas 17h00, a câmara municipal realiza uma sessão solene no salão nobre.

Noutro domínio artístico, a ilustração também se faz notar na quadra natalícia, já que é ano da Bienal da Ilustração de Guimarães (BIG). O próprio cartaz da Cidade Natal é assinado por Daniel Lima, “responsável pela ilustração do primeiro cartaz da BIG”, como disse Paulo Lopes da Silva, adjunto da vereadora, que referiu que esta é uma “valorização” dos ilustradores e da própria bienal. E isso constitui parte do “mosaico cultural” que Adelina Paula Pinto explicou estar patente da Cidade Natal, já que os eventos se interligam. No dia 14, inaugura a exposição de intervenção urbana “As paragens onde o tempo habita”.

Para a passagem de ano — integrada na programação natalícia —, conte-se já com a passagem do palco da Plataforma das Artes para o Largo da Misericórdia, numa mudança que pretende empregar uma maior fluidez ao movimento entre os espaços onde a festa se faz.

Assim, quase como num triângulo festivo, quem aflui a Guimarães nessa data poderá deambular entre Misericórdia, Oliveira e Santiago

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?