NOVA IORQUE, A GRANDE MAÇÃ MULTICULTURAL

É imensa a mescla de povos, luz, sons, odores e personalidades vanguardistas que dão identidade a este local, apelidado por muitos de umbigo do mundo. Venha conhecer esta cidade frenética e vibrante, que habita no imaginário de todos nós.

Passar a quadra natalícia em Nova Iorque é sinónimo de descoberta, e vivências completamente díspares da nossa cultura e tradições. Nesta cidade de superlativos, madrugar é palavra de ordem. Os minutos valem mais do que diamantes pelo que planear a viagem é fulcral, se não quer perder-se na vasta oferta de possibilidades.

Os diferentes circuitos “hop-on hop-off” são uma boa opção, possibilitando-lhe a passagem por monumentos e áreas icónicas. Adquira-o com o New York Pass, que possibilita a entrada em mais de noventa atrações. O Empire State Building, imponente em conquista do céu, é um marco arquitetónico que lhe prenderá o olhar e enfeitiçará a alma. O Flatiron Building, um dos arranha-céus primogénitos de Nova Iorque, lembra um ferro de engomar. Os edifícios das Nações Unidas, o Chrysler Building, a Trump World Tower e o famoso hotel Waldorf Astoria – um dos mais requintados e lendários da cidade – fazem parte do circuito. Desça em Battery Park e apanhe o barco para Liberty Island (lar da estátua mais conhecida da América do Norte) e Ellis Island.

Caminhe até ao Ground Zero por Wall Street, o distrito financeiro da cidade. Não se esqueça de dar mimos ao Touro, para atrair fama e prestígio económico!

O One World Trade Center e o National September 11 Memorial & Museum são dois dos atuais edifícios do reconstruído complexo. É colossal a carga emocional que emana deste espaço de tributo. Daqui, caminhe até Brooklyn Bridge, a ponte mais antiga da cidade. Saboreie este salto sumptuoso sobre East River. No circuito noturno, poderá observar o brilho da cidade desde Brooklyn.

As panorâmicas soberbas captam-se no topo do Empire State Building e no Top of the Rock, no mundialmente conhecido Rockefeller Center. Aqui, e porque é Natal, deixe-se encantar pelas luzes cintilantes da árvore gigante, iluminada entre o final de novembro e o início de dezembro. Demorar-se-á a observar os patinadores que deslizam na pista de gelo.

Será difícil escolher entre múltiplas exposições e museus: imperdíveis o MOMA, o Museu Americano de História Natural e o Intrepid Sea, Air and Space Museum, um porta-aviões que serviu na Segunda Guerra Mundial com distinção. Entre vários modelos de aviões e helicópteros expostos, destaque para o Concorde da British Airways. Também pode visitar o USS Growler, o mais antigo submarino transportador de mísseis nucleares e o único que pode ser visitado pelo público na América.

Explore o instrutivo Fire Museum e, se possível, visite e as instalações de um dos vários quartéis de bombeiros da cidade. Demore-se na Biblioteca Pública – considerada uma das maiores do mundo –  e na Grand Central Terminal, a maior estação mundial no que respeita a número de plataformas e faixas.

 

Se aprecia gastronomia local, é imperativo provar o “chafé” do Starbucks com um delicioso bagel, assim como pastrami, uma carne curada, temperada com várias especiarias e fumada, que se serve no pão, cortada em finas fatias.

Não escapará à paragem de pasmo em Times Square, considerada por muitos o ponto turístico mais visitado do mundo. Aqui, onde a Sétima Avenida interseta a Broadway, é encantadora a panóplia de luzes que se fundem numa magia multicolor. Na véspera de Natal, ao contrário do que espera, a azáfama é imensa. Se tiver sorte, talvez assista a um pedido de casamento em Bryant Park, onde pode visitar o adorável mercado natalício. Preencha as noites das sua estadia com espetáculos mágicos: Motown – o Musical, Harlem Gospel Choir (no B.B.King Blues Club) ou o tradicional espetáculo das Rockettes no Radio City Music Hall, consideradas as melhores bailarinas do mundo.

Contrastando com o ritmo frenético, competitivo e vigoroso da cidade, o Central Park presenteá-lo-á com um delicioso pedaço de natureza. As batidas de basebol, o convite à leitura e a caminhada pelos seus recônditos trilhos são uma lufada de tranquilidade.

Conhecida como a terra das oportunidades, neste jardim urbano que é Nova Iorque, quem não acompanhar a escalada para o infinito mirra na sombra, sequioso de sucesso, fama e prosperidade. De medidas exacerbadas, esta cidade é digna de ser visitada, pelo menos, uma vez na vida.

 

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?