Nova reunião no Infarmed realiza-se hoje

Presidente da República, primeiro-ministro, presidente do parlamento e partidos reúnem-se com epidemiologistas, novamente por videoconferência, num momento em que o país regista menos casos de covid-19 e iniciou há uma semana um processo de desconfinamento.

Após esta reunião entre políticos e peritos sobre a evolução da situação epidemiológica de Portugal, na próxima quinta-feira, a Assembleia da República vai debater e votar o projeto de decreto presidencial para a renovação do estado de emergência por novo período de 15 dias, com efeitos a partir de 1 de abril e que abrangerá o período da Páscoa.

Apesar de a situação epidemiológica do país continuar a evoluir favoravelmente, o Presidente da República considerou muito provável que o quadro legal do estado de emergência se prolongue até maio, enquanto houver atividades encerradas.

“Havendo um plano de desconfinamento até maio, quer dizer que há atividades confinadas parcialmente até maio. E, portanto, é muito provável que haja estado de emergência a acompanhar essa realidade, porque o estado de emergência legitima aquilo que, com maior ou menor extensão, são restrições na vida dos portugueses”, declarou Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República deu assim como certa a renovação deste quadro legal durante esta semana: “Eu decretarei a renovação do estado de emergência e falarei depois ao país”, adiantou.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?