Novais de Carvalho: “Vacinar é a melhor arma para combater o vírus”

Com mais de metade dos vimaranenses elegíveis vacinados, Novais de Carvalho considera que a vacinação em Guimarães tem sido um “desafio”, mas que o “processo tem decorrido normalmente, acima das expectativas”.

Para o diretor do ACES Alto Ave, “vacinar é a melhor arma para combater o vírus”. Frisa que os profissionais estão “de braços abertos e preocupados para que toda a gente se vacine” e informa que o objetivo é, no final do mês de agosto, terminar de dar as primeiras doses. Desta forma, em setembro, serão administradas as segundas doses e “um desafio conseguido”, diz.

Novais de Carvalho apela: “quem não se vacinou, venha vacinar-se. Neste momento, é a melhor arma”. Destaca o regime casa aberta, em funcionamento já a partir dos 12 anos, que permite que quem ser vacinado se desloque “sem o constrangimento de ter de autoagendar”.

Vogal do Conselho Clínico e de Saúde, António Marinho, diz que Guimarães está “a chegar a bom porto”. “Estamos muito perto de atingir os objetivos a que nos propusemos e que a própria taskforce se propôs”, informa, agradecendo “a todos os profissionais que trabalharam nisto arduamente. São eles os verdadeiros heróis desta campanha de vacinação”.

Isabel Videira é enfermeira coordenadora do centro de vacinação do Multiusos de Guimarães e afirma que a “população está a corresponder superando as expectativas”, com uma adesão que tem sido “intensa”.

Apesar do “medo” das vacinas, os mais novos têm respondido à chamada de uma forma “fantástica” e, por isso, pede para que “continuem a vir”. Destaca o facto de as aulas estarem a começar “e têm que estar vacinados”, havendo “pouco tempo”. “Venham mesmo”, apela Isabel Videira, “venham todos fazer a vacina”.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?