“OFICINA DAS LETRAS” VISITOU O MUSEU DE ETNOGRAFIA E HISTÓRIA DA PÓVOA DE VARZIM

A “Oficina das Letras”, um projeto de alfabetização de adultos, que não fizeram um percurso escolar normal, tornou-se em bem mais do que apenas isso. Além das oficinas de escrita e leitura, orientadas pela professora Eva Liliana, são também organizadas atividades recreativas e culturais, para que as pessoas “não tenham receio de ler e de escrever”.

Na passada quinta-feira, o grupo visitou o Museu de Etnografia e História da Póvoa de Varzim, para que, segundo a responsável pelo projeto, os participantes da “Oficina das Letras” possam conhecer e absorver mais cultura. “A visita correu muito bem. Eles perceberam que a Póvoa de Varzim é muito mais do que praia. Eles tiveram noção da cultura da cidade, conheceram os seus costumes e tradições e adoraram”.

Eva Liliana sublinhou que a “Oficina das Letras” não junta apenas pessoas mais idosas. “Infelizmente, o projeto tem tido a noção que pessoas de 40 e 50 anos também têm essas dificuldades. Não são uma percentagem elevada, mas existem alguns”, referiu. De acordo com a professora, o projeto “inicialmente estava destinado a pessoas mais maduras, a partir dos 60, 70”, explicou, acrescentando que outro dos objetivos é “colmatar o isolamento”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?