OS SONS DA GUITARRA FLAMENCA VÃO ENCERRAR A 6.ª EDIÇÃO DO FIGG

A subida de David Carmona ao palco do Centro Cultural Vila Flor vai colocar um ponto final na 6.ª edição do festival.

Concerto tem lugar no Centro Cultural Vila Flor © Direitos Reservados

Pelo sexto ano consecutivo, o Festival Internacional de Guitarra de Guimarães (FIGG) ocupou a quadra natalícia vimaranense. Este ano, o festival contou com 10 concertos, masterclasses e um concurso para músicos emergentes. A sexta edição começou no passado sábado, dia 21, e termina amanhã, 29 de Dezembro.

Neste domingo, a subida de David Carmona ao palco do Centro Cultural Vila Flor vai colocar um ponto final na 6.ª edição do festival. O festival explorou várias latitudes e tradições guitarristícas, mas será com sons andaluzes do guitarrista David Carmona que se despede da cidade. Há vários anos que o autor do disco Un sueño de locura – que irá apresentar – acompanha Manolo Sanlúcar , um dos mestres do som flamenco no papel de segundo guitarrista. O músico subirá ao palco às 21h30 para exibir os conceitos que assimilou em todos os aspetos do flamenco, da guitarra e da música em geral com Manolo Sanlúcar.

Mas nem só de concertos se faz o FIGG – embora haja muitos para ver neste fim-de-semana. O programa inclui masterclasses, workshops ou Conferências . O festival tem como principais objetivos reforçar a vertente da guitarra clássica no panorama musical, quer no contexto pedagógico e formativo, quer no do espectáculo, visando potenciar uma nova atitude de aproximação à guitarra clássica, ainda pouco divulgada enquanto instrumento solista.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?