Bombeiros: PAN considera que “os sucessivos governos têm ignorado problemas”

O cabeça de lista do PAN, Pessoas-Animais-Natureza, pelo círculo eleitoral de Braga, Rafael Pinto, visitou esta semana o quartel dos Bombeiros Voluntários de Guimarães.

© Direitos Reservados

Com a presença de Rui Rocha, porta-voz da concelhia de Guimarães, o objetivo da visita passou por “conhecer com maior proximidade o trabalho dos bombeiros no concelho e no distrito, mas também as dificuldades que as corporações sentem na sua atividade”, afirma o número cinco da lista do PAN.

Para o cabeça de lista, Rafael Pinto, “foram abordadas injustiças graves que perduram, como a idade a partir da qual os bombeiros podem receber uma reforma” que para o candidato “se deve baixar para os 65 anos”. 

O PAN alerta que “por regra, os bombeiros apenas podem prestar serviços até aos 65 anos, mas apenas atingem a idade da reforma aos 66 anos e sete meses, fazendo com que as corporações de bombeiros tenham que assegurar os salários durante o período restante”.

Também a necessidade de cativar mais voluntários foi discutida com os bombeiros a pedirem mais benefícios que incentivem a participação na atividade. “Outro dos problemas que nos é frequentemente denunciado é a baixa compensação pelos serviços que os bombeiros prestam ao INEM que faz com que as corporações tenham muitas vezes prejuízo e tenham que recorrer a verbas próprias”, afirma o candidato rematando que “os sucessivos governos têm ignorado estes problemas que se arrastam no tempo causando entraves ao exercício de uma atividade que é essencial para a população e para a defesa da natureza através do combate aos incêndios”.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?