PCP Guimarães: “país não precisa de estados de emergência”

O a organização de Guimarães do PCP realizou uma ação de contacto com os trabalhadores da Camport e da Amtrol-Alfa, nos dias 19 e 20. A conclusão é que a resposta à crise tem que ser “excecional”.

Ficou claro, nesta ação, segundo o PCP, “que ninguém tem dúvidas sobre a dimensão e gravidade dos problemas que o País enfrenta. Mas não basta dizer que a situação é grave”.


“Se a situação é excecional, então a resposta tem de ser excecional.”, defendem os comunistas.

Para o PCP, o país não compreenderá que não sejam mobilizados os recursos, “toda a margem disponível”, para socorrer quem ficou sem emprego, sem salário, sem proteção social ou sem o seu pequeno negócio.

“O País não precisa de estados de emergência. Precisa, sim, de medidas de emergência”. Segundo os comunistas o Governo está a adiar e a comprometer as soluções.

O comunicado do PCP termina afirmando que o partido “tem propostas para avançar na resposta ao país”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?