PCP PEDE AO GOVERNO MEDIDAS PARA O SETOR TÊXTIL

Projecto de Resolução do PCP recomenda ao Governo a adopção de medidas urgentes para defesa do sector têxtil e do vestuário nas regiões do Ave e Cávado

O Grupo Parlamentar do PCP apresentou hoje, na Assembleia da República, uma iniciativa que insta o Governo a tomar medidas para apoiar as empresas dos setores têxtil e do vestuário do Ave e do Cávado, por considerar que muitas delas estão confrontadas com as consequências que decorrem da sua dependência económica de grupos multinacionais.

As quebras de encomendas já obrigaram ao encerramento de várias destas empresas nos concelhos de Fafe, Guimarães e Vizela, e, como foi admitido pela CEDRAC – Conselho Empresarial da Região do Cávado e Ave, as dificuldades sentidas “no Ave já começam a sentir-se também no Cávado”.

Acrescem ainda outros problemas estruturais que afectam a generalidade das micro, pequenas e médias empresas, desde logo os elevados preços dos factores produtivos, como a energia, telecomunicações, transportes, os custos administrativos e fiscais, e as dificuldades de acesso ao financiamento.

Esta questão já foi colocada pelo PCP em dezembro de 2018, junto do Ministro Adjunto e da Economia. Em resposta, o Ministro limitou-se apenas a registar que o Governo está a acompanhar e continuará a fazê-lo com “toda a atenção”.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?