PEDIDOS DE CONSULTA EM ESPECIALIDADE MÉDICA NO HSOG ACIMA DA MÉDIA NACIONAL

Em quase todas as especialidades médicas, os pedidos para consultas em Guimarães estão acima da média nacional, que está em 12,1%. Na análise acumulada, desde a implementação do Livre Acesso e Circulação (LAC) no SNS, ou seja, de 01 junho 2016 até 30 abril 2018, o Hospital de Guimarães regista 15,6% de pedidos provenientes de fora da sua área, sendo a média nacional de 11%.

Dentro do seu grupo, onde estão instituições do SNS com dimensão semelhante, o Hospital de Guimarães é mesmo o mais procurado e com mais pedidos de fora da sua área em várias especialidades. Destacam-se os pedidos para consultas de Anestesiologia, Dermato-Venereologia, Angiologia e Cirurgia Vascular, Estomatologia, Cardiologia, Neurologia, Gastrenterologia e Medicina Física e de Reabilitação, todas com pedidos de fora de área com percentagem superior a 20%.

Importa lembrar que a rede de referenciação direta do Hospital está adstrita aos centros de saúde que compõem o ACES do Alto Ave, que engloba os concelhos de Guimarães, Vizela, Fafe, Cabeceiras de Basto e Mondim de Basto.

Segundo fonte hospitalar, para dar resposta a esta procura, “além de outros objetivos, houve um investimento em equipamentos de meios de diagnóstico (na ordem dos 800 mil euros), obras e equipamentos para a nova Unidade de Diagnóstico e Intervenção Cardiovascular (UDIC) (cerca de 2 milhões de euros), está prevista a reorganização interna de vários serviços baseada em padrões de qualidade internacionais (cerca de 830 mil euros), na contratação de recursos humanos (10 médicos já contratados e pedidos mais 25) e na aposta contínua na formação, investigação e inovação”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?