POR INFANTAS

por CRISTINA FERNANDES

A freguesia de Infantas, de características rurais, bem próxima do centro da cidade de Guimarães, é uma freguesia com paisagens lindíssimas, com um povo muito acolhedor e é para este povo que trabalhamos todos os dias, no sentido de fazer mais e melhor.

Temos uma população cada vez mais idosa, cada vez mais a precisar do nosso apoio. Diversos casos de idosos isolados que precisam da nossa monitorização, motivo que nos fez avançar com a ginástica sénior, alargando posteriormente as atividades direcionadas a esta faixa etária com a abertura Centro de Convívio de Infantas, onde hoje decorrem aulas de ginástica, música e atividades de animação e estimulação cognitiva, frequentadas por cerca de 30 utentes. São um grupo com idades compreendidas entre os 60 e os 86 anos, muito dinâmicos, empreendedores, dispostos a aderir a cada novo desafio proposto. É fantástico perceber como pessoas que labutaram uma vida inteira, que por vezes se estavam a deixar levar pela solidão da terceira idade, hoje junto dos seus companheiros, com as energias carregadas, transbordam alegria, sorrisos e até a sua mobilidade melhorou francamente.

É também neste espaço que está a ser implementado um novo projeto da CSIF – Sudoeste da Montanha da Penha: Projeto “Consigo”. Com a população cada vez mais envelhecida, são cada vez mais necessários equipamentos adaptativos para proporcionar um maior conforto aos idosos acamados, bem como facilitar os apoios às famílias cuidadoras. Assim, este projeto tem como objetivo maior ser um banco de equipamentos adaptativos de carater municipal.

Mas Infantas têm também outras preocupações – o dinamismo social, direcionado para a promoção da prática do desporto e também da cultura.   Assim, temos ao dispor da comunidade aulas de ginástica e zumba (duas vezes por semana cada), com muitos habitantes a praticarem caminhadas, pelo que a implementação de um parque de fitness ao ar livre é um objetivo a concretizar a curto prazo. Temos também apostado em sessões de esclarecimentos sobre diferentes temáticas, sessões de teatro e a realização do Concerto de Natal, em parceria com os nossos grupos e associações, com o objetivo de proporcionarmos momentos de partilha, convívio e reencontro entre os elementos da comunidade.

Sendo que no próximo fim de semana celebramos uma data especial para Portugal, o “25 de Abril”, dia da Liberdade, é uma oportunidade para refletirmos sobre os direitos e privilégios que todos temos hoje. Fruto da coragem e esforço de muitos militares no ano de 1974, foi abolida a ditadura em vigor e com elas as perseguições. Hoje temos o direito à liberdade de expressão e opinião, que me permite escrever este artigo de opinião, ainda mais sendo mulher. A igualdade de todos perante a lei é a maior conquista para as mulheres.  Todos temos direito à educação, ao trabalho à segurança social e proteção na saúde. Hoje vivemos numa democracia, o que nos possibilita participar das decisões que interferem na nossa vida ao exercermos o nosso direito de voto.

Aqui fica a minha homenagem a todos que sofreram com a ditadura e a todos quantos lutaram para que Portugal seja o que é hoje, com uma revolução pacifica, em que o vermelho do sangue apenas imperou pela cor dos cravos.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?