Portugal com quarta maior quebra do PIB

No segundo trimestre do ano, a Zona Euro e a União Europeia registaram as maiores quebras quer na variação homóloga, quer face ao período anterior, segundo dados do Eurostat.

© Direitos Reservados

De acordo com o gabinete estatístico europeu – Eurostat -, face ao segundo trimestre de 2019 (entre abril e junho), o Produto Interno Bruto (PIB) da zona euro recuou 14,7% e o da União Europeia (UE) 13,9%. Isto significa uma maior quebra desde o início das séries temporais, em 1995.

Relativamente ao primeiro trimestre (entre janeiro e março) deste ano 2020, o PIB da zona euro caiu 11,4% e o da UE 11,8%. Entre este mesmo período, a economia dos países de moeda única recuou 3,7% em cadeia e 3,2% na variação homóloga e a dos 28 Estados-Membros da UE recuou 3,3% em cadeia e 2,7% na variação homóloga.

Portugal registou a quarta maior quebra, -16,3%. À frente do nosso país estão a Espanha com uma quebra de -22,1%, a França com -18,9% e a Itália com -17,7%.

Quanto ao primeiro trimestre deste ano, a Espanha continua à frente da lista dos 27, com um recuo de 18,5% na sua economia. Portugal registou -13,9%.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?