PRIMEIRA VIDEO-CONFERÊNCIA NACIONAL DAS UAARE NO VITÓRIA

A sala de estudo do Vitória acolheu, na tarde desta quarta-feira, a primeira video-conferência nacional das Unidades de Apoio ao Alto Rendimento na Escola (UAARE). A mesma foi emitida para 16 escolas e contou com a presença do vice-presidente do clube, Pedro Coelho Lima, e de Inês Henriques, Nuno Delgado e Tarantini, nomeados embaixadores no final da sessão.

Para o vice-presidente do Vitória, este foi o culminar de um trabalho de cerca de três anos, em que o Vitória se associou ao Ministério da Educação e à escola Martins Sarmento para apostar no desenvolvimento educativo dos seus atletas, proporcionando-lhes as condições necessárias. “Isto para nós é um orgulho muito grande, somos o primeiro clube em Portugal a ter uma sala deste género, uma sala Aprender +. Sabemos que agora há outros que procuram seguir o nosso caminho, o que significa que o nosso caminho é o correcto, é o caminho de associar a vertente desportiva à educativa e ao ensino e, com isso, garantir que os nossos atletas não só evoluem do ponto de vista desportivo como também do educativo. O Vitória tem nos seus quadros o João Afonso, com um mestrado, tem o Tozé, que é aluno universitário e, além desses, temos sete atletas, dos sub-19 para cima, que são universitários. Temos mais de 20 atletas, nas várias modalidades, que estão inscritos no programa UAARE”, explicou Pedro Coelho Lima. “Temos atletas como o João Resende e o André Almeida, que conseguem méritos escolares e que são nossos alunos. Isso é um exemplo para os outros que cá entram”, acrescentou.

Também a vice-presidente da Câmara Municipal, Adelina Pinto, esteve presente no evento, e destacou a importância do projeto, garantindo que é uma forma de permitir aos jovens que não tenham de fazer escolhas. “Estamos a fomentar que os jovens tenham acesso ao desporto, tenham sucesso e não tenham de fazer opções. Esta é uma forma de proporcionarmos aos jovens, que têm ritmos diferenciados e que não obedecem à formalização da escola pela exigência dos vários desportos, que possam continuar a fazer os seus estudos. Temos alunos excelentes e temos de potenciar esta excelência para que possam conciliar as atividades. Esta é uma forma de diferenciação para os estudantes de alto rendimento”, afirmou Adelina Pinto.

A Academia do Vitória é a sede da zona Norte deste projeto, que tem Tarantini como embaixador.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?